Como um software FECHADO fez a Volkswagen driblar as Leis Ambientais

Desenvolver softwares complexos em grandes empresas é uma tarefa árdua, envolvem grandes equipes com profissionais de alto nível. Mas por mais qualificada que seja a equipe o software tende a dar problemas devido à grande complexidade que envolve um computador. Os problemas podem ser uma falha grave tanto acidental, como as famosas telas azuis do Windows que são muito recorrentes (que levou até à criação de um canal do Reddit  mostrando vários casos), como proposital, no caso recente do software da Volkswagen para manipular o resultado de gases poluentes na hora do teste.

O diesel é usado em veículos de grande porte por ser mais eficiente em veículos que necessitem de maior potência do motor, em contrapartida é bem mais poluente que o combustível tradicional, sendo constantemente alvo de disputas sobre autorizar o maior uso ou restringí-lo ainda mais. A Volkswagen tem se destacado nos últimos anos na venda de carros à diesel se sobressaindo aos rivais pela eficiência do motor. No mês passado uma ONG (ICCT) juntamente com a Universidade da Virgínia fizeram um experimento e constataram que os combustíveis à diesel da Volkswagen eram mais poluentes do que o esperado (na verdade muito mais, cerca de 10 a 40 vezes, dependendo do modelo) mas que ao testar no laboratório os níveis eram aceitáveis.

Começou uma investigação que acabou revelando que a Volkswagen estava alterando o funcionamento do carro apenas na hora dos testes para poder ir às lojas com motores mais potentes sem se preocupar com o meio ambiente. O software funciona da seguinte maneira: ao identificar os indicadores específicos que indicassem que o carro estava sendo testado (posição do volante, velocidade do veículo, tempo que o motor ficou ligado e pressão barométrica), alterava o funcionamento do motor para emitir a quantidade de gases suficiente para ser aprovado no teste.

A discussão vai muito além do setor automobilístico e do ambiental, pois o escândalo tem como protagonista um software… e fechado! Não raro se vê pessoas defenderem que  se você tiver uma grande idéia deve guardá-la só para si e vendê-la para lucrar em cima disso, afinal, para essas pessoas, o importante é ganhar muito dinheiro e não promover uma solução para o bem estar geral. Eis então qual foi a “grande idéia” idéia da Volkswagen, fechar um software – pra ninguém saber como funciona – e com ele desbancar os adversários, fazendo parecer que a empresa tinha encontrado uma solução ótima para controlar os níveis de poluentes sem perder potência do motor. Na verdade encontrou uma solução ótima para enganar a todos, o que felizmente foi descoberto.

Se aproximando ainda mais do cenário da computação, quem acompanha novidades na área de segurança percebe que são recorrentes a descoberta de backdoors por parte de produtos das grandes empresas Google, Microsoft e Apple, isso sem listar outras grandes que às vezes também ganham as manchetes. Por trás dos grandes negócios não necessariamente se pratica o bom senso, por isso a solução por um mundo mais seguro e de qualidade está no conhecimento e liberdade do software.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s